2

Você sabe a diferença entre NF-e e NFC-e?

Basicamente NF-e e NFC-e possuem a mesma funcionalidade, que é documentar o processo de venda de uma mercadoria e apurar os impostos. Porém, é importante para o varejista saber as diferenças entre estes 2 importantes documentos, para saber qual escolher no momento de implantar uma solução fiscal em sua empresa e em quais situação emitir cada um dos documentos.

Aqui vamos mostrar para você as principais diferenças entre NF-e e NFC-e e apresentar os pontos que precisam de maior atenção na hora da emissão dos documentos no PDV.

Quais são as diferenças entre a NF-e e NFC-e?

A NFC-e (Nota Fiscal ao Consumidor Eletrônica) deve ser utilizada unicamente para acobertar vendas ao consumidor final, este modelo substituiu o Cupom Fiscal emitido por ECF e entrou recentemente em operação em vários estados, sendo que no estado do ES se tornou obrigatório para todas as empresas a partir de 01 de janeiro de 2019.

A NF-e (Nota Fiscal eletrônica) é utilizada para atender todas as outras operações que envolvem a circulação de mercadoria. Normalmente é emitida em transações entre pessoas jurídicas (não necessariamente). E veio em substituição as antigas notas fiscais modelo 1 e 1A.

A NF-e, diferentemente da NFC-e, é utilizada também para outras operações além de compra e venda, incluindo devolução, transferência, complementos, aproveitamento de crédito, etc.

Outra diferença entre elas é no conteúdo impresso no documento auxiliar. O DANFE NFC-e (Documento Auxiliar da NFC-e) é bem mais simplificado que o DANFE (Documento Auxiliar da NF-e), sendo que o consumidor que aceitar receber somente o DANFE NFC-e resumido (sem a relação dos itens comprados, apenas os totais) poderá, posteriormente, solicitar ao estabelecimento emissor a impressão, sem custo, do correspondente DANFE NFC-e completo.

Resumindo: Você deve implantar apenas a NFC-e em sua empresa se realizar unicamente operações de venda ao consumidor ficando ciente que não poderá emitir notas de devolução, remessas, entre outras. Por isso recomendamos que sempre implante junto com a NFC-e também a NF-e. Já a NF-e deverá ser utilizada nas operações realizadas para pessoas jurídicas (salvando alguns casos como a revenda de veículos usados por exemplo) neste caso se sua empresa vende unicamente para pessoa jurídica poderá implantar apenas a NF-e.

 

Fico com alguma dúvida ? – Entre em contato conosco que podemos te ajudar.