img (1) (1)

Preço de venda dos produtos – Como calcular corretamente

Esta é uma pergunta que muitos varejistas se fazem – Como calcular corretamente o preço de venda de uma mercadoria?

Pode estar cometendo erros aquele varejista que forma o preço baseado simplesmente no preço cobrado pela concorrência, ou estipulado pelo mercado. Precisamos observar alguns detalhes e fazer algumas contas para que possamos calcular de forma correta o preço de venda.

E neste artigo vamos falar um pouco sobre isso.

Primeiramente precisamos entender os 3 conceitos básicos que estão por traz da formação de preço de uma mercadoria, que são eles: custo, margem de lucro e valor para o cliente.

  • CUSTOS:1

Custo pode ser definido como todos os gastos que incidem sobre uma mercadoria, desde sua compra até o momento em que é levada da prateleira pelo cliente. Os custos podem ser de três tipos: financeiro, de pessoal ou de tempo, e se dividirem em custos diretos e indiretos.

1- Custos diretos:

São os custos gerados durante a compra ou fabricação dos produtos, acrescido com os impostos incidentes sobre os mesmos.

2- Custos indiretos:

Aqui se enquadram as despesas administrativas e os recursos necessários para a manutenção, armazenamento, venda, operação e divulgação dos produtos e da marca.

  • MARGEM DE LUCRO:

Definido os custos é hora de definir a margem de lucro. Esta é o percentual de ganho sobre a venda da mercadoria e deve ser definida individualmente para cada mercadoria, levando em consideração a quantidade vendida e demanda de cada item.

  • VALOR PARA O CLIENTE:

O conceito mais difícil de ser definido pelo varejista, mas não menos importante para uma eficiente composição de preço é a percepção de valor que o cliente tem de um determinado produto.

Para definir a percepção de valor é importante observar o tipo de produtos que estamos oferecendo, nosso público alvo, e qual a percepção de valor (não estamos falando aqui de preço), que nosso público tem de um determinado produto. Produtos exclusivos que não são encontrados nos concorrentes, produtos pelos quais sua loja consegue se diferenciar por receitas ou cortes exclusivos, comodidade na hora de adquirir e receber o produto são fatores que influenciam diretamente na percepção de valor do cliente.

Calculando o preço de venda

Agora que já temos as informações das variáveis é hora de compormos o preço das mercadorias, para isso deve-se somar os custos diretos e indiretos e aplicar a margem de lucro, sempre levando em consideração a percepção de valor que nosso público alvo tem de nossos produtos.

Dicas importantes para calcular o preço de venda2

1 – Pesquise o preço de mercado

Para evitar que sua loja pratique um preço exorbitante é importante que o lojista saiba o preço que o mercado está praticando em uma determinada mercadoria.

Não se assuste se na hora que realizar uma pesquisa de mercado, perceber que determinados produtos tem uma margem muito reduzida ou nem mesmo cobrem os custos, aqui é importante que você defina seu posicionamento no mercado. Quer ser lembrado como o mais barato da praça ou pelo atendimento de qualidade?

2 – Utilize um sistema de gestão

Uma forma de calcular o preço de venda com segurança e agilidade é utilizando um sistema de gestão. Um bom sistema de gestão faz tudo automaticamente, sempre com base em informações preenchidas pelo varejista.

Conclusão

Saber compor o preço de sua mercadoria, ter em mente custos fixos, custos variáveis, margem, percepção de valor para o cliente e ter um bom sistema de gestão para lhe auxiliar nesta tarefa, se tornam um grande diferencial em um mercado cada vez mais concorrido e com margens cada vez menores.

Fico com alguma dúvida sobre como compor o preço de suas mercadorias – Entre em contato conosco que podemos te ajudar.